Mercado de capitais primário vs secundário: Qual é a diferença?

Mercado de capitais primário vs secundário: Qual é a diferença?

No artigo de hoje, vamos discutir dois conceitos que qualquer investidor conhece, e bem: o mercado de capitais primário e o mercado de capitais secundário.

No entanto, antes de entrarmos em detalhe acerca de ambos, há outro conceito mais geral que é essencial entender: o de mercado financeiro. 

O mercado financeiro é uma componente crucial de qualquer economia e é onde compradores e vendedores trocam diversos tipos de ativos financeiros. Neste mercado, costumam fazer-se dois tipos de investimentos mais tradicionais:

  • Títulos financeiros, ou seja, documentos que representam um determinado valor monetário e que demonstram que um indivíduo possui parte de uma empresa ou, alternativamente, que lhe é devida parte de uma emissão de dívida. Existem três tipos de títulos financeiros em que se pode investir: títulos de capital próprio (como ações), títulos de dívida (como obrigações), e títulos derivados (como ações e obrigações cujo valor deriva de um ativo subjacente.
  • Commodities, ou seja, matérias-primas que estão na base da economia global e que, por serem padronizadas, são fáceis de trocar por outras matérias-primas. É particularmente importante entender esta troca de commodities, já que tem uma grande influência no preço de produtos que nós, consumidores finais, adquirimos regularmente. As commodities dividem-se em três categorias: de agricultura (como algodão, café e gado), de energia (como gás natural e gasolina), e de metais (como ouro, prata e cobre).

Dentro do mercado financeiro, existem diversas subcategorias e duas delas são, então, o mercado primário e o secundário. Vejamos então o que cada um representa.

O que é o mercado de capitais primário?

O mercado primário é também conhecido como o mercado de nova emissão e, como o nome indica, é onde títulos financeiros são vendidos pela primeira vez, diretamente pelas entidades que os emitiram.

Qualquer IPO que ocorra, isto é, Initial Public Offering (ou Oferta Pública Inicial, em português) é tratada no mercado primário.

Isto significa que, sempre que um novo valor imobiliário é emitido, as instituições decidem o seu valor base e colocam-no à disposição dos investidores no mercado primário.

Qualquer empresa que seja uma sociedade anónima de capital aberto pode trocar ações no mercado primário, e para o fazer, tem apenas de decidir o número de ações que pretende vender, o valor de cada uma dessas ações, e o número mínimo de ações que cada investidor tem de comprar.

A título de curiosidade, até à data, o maior IPO do mundo foi realizado pela Saudi Aramco, a companhia petrolífera estatal saudita. Em 2019, a empresa vendeu três milhões de ações a $8.53 cada, o que perfez um total de $25.6 bilhões, e a colocou no lugar de empresa mais valiosa do mundo, avaliada a $1.7 bilhões.

Já no setor digital, a empresa Facebook Inc. realizou o maior IPO em maio de 2012, com um valor base de $38 por ação. 

O que é o mercado de capitais secundário?

Sabendo o que é o mercado de capitais primário, a definição de mercado secundário torna-se evidente: é onde títulos financeiros que já foram vendidos uma vez voltam a ser transacionados.

Estes títulos são vendidos e comprados por investidores, ao invés da instituição emissora, e os seus preços mudam diariamente.

Dentro do mercado secundário, existem duas formas de organização possíveis:

  • Bolsa de valores, ou seja, um local onde as transações obedecem regras standard, definidas pela instituição onde a troca é realizada, e onde o preço de um determinado título financeiro é sempre o mesmo, independentemente de quem realize a transação. Qualquer pessoa pode adquirir ações na bolsa, mas tem de recorrer a uma corretora de bolsa para o fazer.
  • Over-the-Counter (OTC) markets, ou seja, um mercado virtual descentralizado onde quem vende e quem compra realiza a transação diretamente, mais uma vez, pelo intermédio de um corretor. Uma das principais diferença entre os OTC markets e a bolsa é que no primeiro, os vendedores podem definir o preço a que vendem as ações, não sendo obrigados a seguir uma regra padronizada. É preciso notar, no entanto, que sendo um mercado com menos regras, tende a haver menos transparência nos OTC markets que na bolsa de valores.

Está a pensar tornar-se investidor?

Se leu este artigo até ao final, ou se interessa pelo mundo da economia, ou está a pensar realizar o seu primeiro investimento financeiro em breve. Em ambos os casos, sugerimos que fique de olho no nosso blog, pois todas as semanas publicamos um novo artigo cheio de informação relevante e atualizada.

Caso queira começar a sua aventura no mundo dos investimentos, não há nada como aprender com os veteranos, por isso, porque não contactar um advogado no setor financeiro e bancário? Encontre um na sua área com a ajuda do Jurilink!

Se você gostou"Mercado de capitais primário vs secundário: Qual é a diferença?"
Você também pode gostar de:

Subsídio de férias, desemprego e mais: Um guia rápido acerca dos tipos de subsídios
Subsídio de férias, desemprego e mais: Um guia rápido acerca dos tipos de subsídios
Saber
7 dicas para uma melhor gestão do seu escritório de advocacia
7 dicas para uma melhor gestão do seu escritório de advocacia
Saber
5 dicas simples para começar a fazer investimentos financeiros
5 dicas simples para começar a fazer investimentos financeiros
Saber

É Advogado ou Solicitador?